quinta-feira, julho 09, 2009

Catarse e retorno...

Estou de volta após mais uma catarse à alma e ao corpo. Estou bem e recomendo-me. Tive perdas e ganhos de afectos neste tempo que andei ausente. Aos que me liam frequentemente as minhas desculpas pela ausência, mas quero afirmar que nunca os esqueci.
Beijos e abraços, conforme aplicável.

Amo e vivo num país onde;

O actual primeiro-ministro prometeu 150.000 empregos ao povo e só empregou os boys do Partido Xuxalista;

Onde o órgão que deveria fiscalizar a actividade criminosa de alguns bancos se ficou pela omissão, ocupou seis meses a uma Comissão Parlamentar de Inquérito, para depois ser limpo de qualquer acto como se a incompetência fosse prémio;

Onde o actual primeiro-ministro é alvo de dúvida sobre uma pretensa licenciatura;

Onde o actual primeiro-ministro assinou projectos doutros ou outros assinaram os dele (nunca percebi bem);

Onde o actual primeiro-ministro declarou ser engenheiro na ficha de inscrição da AR quando ainda era bacharel (porque pretendeu ser o que não era? - Há quem diga que não poderia ser secretário de estado sem ser licenciado, daí a licenciatura por fax.);

Onde o actual primeiro-ministro é suspeito num caso de corrupção, ou no mínimo, de favorecimento pessoal, no caso Freeport;

Onde o Procurador-geral da República garante que não há pressões no mesmo caso mas diz que vai abrir um inquérito? (se não há pressões para que é o inquérito?);

Onde o mesmo PGR declara que o estatuto de arguido serve para proteger os mesmos mas não se constitui o primeiro-ministro arguido????????? – Chega-lhe a protecção dada pelo cargo?

Onde uma Ministra da Educação quer impor (impôs) aos professores avaliações de que ela nunca foi objecto e nem se sabe que carreira tem, se é que tem ou teve;

Onde o Presidente da República tem amigos na banca que lhe proporcionam lucros de 147% em aplicações financeiras e tudo parece normal (só eu não tenho amigos desses);

Onde há generais das Forças Armadas, pressupostamente o último baluarte de alguma decência nesta Partidocracia, que estão a ser julgados por corrupção e burla ao Estado;

Onde um Presidente de Câmara (Isaltino Morais) mantêm o cargo já com uma acusação pendente de ter obtido, a troco de licenciamentos de obras, contrapartidas económicas que alega serem de um sobrinho que é taxista na Suíça (Também quero ser taxista na Suíça);

Onde um governo se deixa pressionar num caso de crime (Maddie) em claro favorecimento de trato a suspeitos e em desprotecção total dos agentes da PJ, mormente por parte do então Director que de competência só percebia se lhe aplicado o prefixo in;

Onde um ministro das obras públicas afirma que jamais (leia-se jámé) haverá um aeroporto na margem sul e depois o governo a que pertence inverte a decisão e nada se passsa?

Onde o caso Casa Pia se arrasta há anos e anda tudo na maior;

Onde se tentou branquear a falta de treino do GOE (sem culpa destes, pois sem ovos não há omoletes) na eliminação dos assaltantes do BES, pretendendo fazer crer que foi tudo limpo e o sobrevivo levou 4 cartuchadas e não morreu?

Onde o tiro que matou o outro não foi na cabeça, mas sim no peito, passando a escassos milímetros da cabeça do sequestrado?

Onde colegas desses polícias são baleados nas ruas, vivem em condições de fezes, mal pagos e a quem se exige que nos protejam sem terem meios para se protegerem a eles mesmos?
Nota Pessoal: Tenho pena de si Senhor Ministro Rui Pena, pois só cá é que ainda mantém a sertã, pois num país a sério já estava há muito despedido por indecência e má figura;

Onde o Ministro da Justiça foi ilibado administrativamente da sua incompetência quando “servia” a República em Macau e hoje está onde está;

Onde os gestores e administradores dos bancos recebem chorudos bónus pelo seu desempenho e a economia foi pelo cano (nunca percebi como se pode premiar a leviandade, a incompetência e o oportunismo);

Onde há juízes que punem a velhinha que “fanou” um creme no LIDL e os seus colegas na grande criminalidade – Caso Freeport; BPN… ainda se vai ver se é crime?

Onde se exige a cabeça de um ministro por meter cornos na sua própria cabeça, como se esse fosse uma gesto amoral e fosse moral o presidente da AR ter três carros?

Onde me exigem contenção financeira para fazer face à crise e continuam em despesismos exorbitantes como se nadássemos em dinheiro?

Onde brancos, ciganos, pretos, mulatos e outros, vivem à custa dos nossos impostos e têm em casas sociais de renda baixa electrodomésticos de vanguarda, Play stations’s e televisões em todos os quartos, plasmas de 2.000 €, computadores e à porta carros de 40.000 €, beneficiando de rendas económicas, apoio judiciário, rendimento mínimo, subsídios da Segurança Social, etc.?

Fartei-me. Chamem-me o que quiserem; racista, xenófobo, o que quiserem, mas parvo é que eu não sou e estou farto.
Estou farto desta partidocracia denominada democracia que afasta o que de bom tem a verdadeira democracia, isto é, a meritocracia, o ascender na vida por mérito e não por cunhas, favorecendo nabos, lambe-botas, incompetentes, mentirosos como o é o primeiro-ministro, e outros xicos-espertos que pululam neste cantinho orgulhosamente na cauda da Europa a que alguns ainda votam um amor tal que juram dar a vida por ele mas que a dão na mesma, não nos campos de batalha, mas no dia-a-dia de constantes hemorragias nos seus salários e pensões a favor de párias que nada querem fazer.
A democracia é de facto a ditadura das minorias sobre a maioria, a qual elegeu uma minoria (Deputados) que não favorece a maioria (povo) que a elegeu mas antes a sangra dos parcos recursos que tem para, num bem parecer social, favorecer as minorias de párias que vivem à custa de quem trabalha e paga os impostos que lhe são devidos.
Em Setembro e Outubro vai votar POVO BURRO!

25 Comments:

Blogger O Transmontano said...

Porra, requer moderação? Espero bem que não...
Bambino, eita que chegou porra...
Bom, eu já me sentia órfão da Voz da Razão e da Razão que tem Voz.
Bem-hajas AMIGO, por teres regressado desta forma, já que para mim, sempre estiveste presente.
Que mais posso eu opinar sobre o que está escrito?
Apenas acenar com a cabeça num sinal de concordância...
Agora deixa-me concluir com palavras tuas: - "Em Setembro e em Outubro vai votar POVO BURRO!"
Um grande abraço.

09 julho, 2009 23:03  
Blogger Teresa Alves de Azevedo said...

É bom lê-lo de volta. Tinha saudades.

09 julho, 2009 23:48  
Blogger ALG said...

Manel, grande abraço... mesmo!
Este teu regresso fazia-me falta e folgo em saber que está tudo bem contigo.

Quanto ao que escreves, como sempre, em plena concordância, o que em mim raramente acontece.

O retrato deste triste país, que jurámos defender, e infelizmente se afunda cada vez mais, não podia ser melhor relatado. ESTAMOS FARTOS e qualquer dia temos que fazer por isto!

Por agora, um grande abraço Camarada, e bem-vindo de novo!

10 julho, 2009 11:44  
Blogger © Piedade Araújo Sol said...

bom regresso com um post pertinente

um beij

10 julho, 2009 13:44  
Blogger Um Poema said...

....

Amigo,

Nesta estrumeira em que os apátridas, filhos de mãe pública, atolaram o país, a economia, o respeito, a moral, os princípios, a decência, os mais elementares direitos dos portugueses e qualquer pingo de vergonha, que, com esforço e incontáveis sacrifícios, continuamos a tentar salvar, faltava-me a tua voz lúcida, objectiva e honesta para continuar a acreditar que não estou só. Que há outros que, como eu, se insurgem contra a sabujice dos compadres e a falta de escrúpulos dos oportunistas de avental.

Sê bem vinda, amigo.

Um abraço

10 julho, 2009 17:28  
Blogger Susana Valério said...

Ahhh que maravilha! Estava a ver que não te lia mais, fazes falta!

Um beijo Amigo

10 julho, 2009 17:53  
Blogger Zica Cabral said...

Ola Maneliii
Long time no see. Mas ainda bem que estas de volta, com algumas percas e muitos ganhos (não de dinheiro mas de amizades e saberes).
Não posso dizer que esou de volta porque agora tenho pouco tempo para estas andanças mas vou tentar visitar-te de vez em quando.
Obrigado pelo eu comentario no meu palavras. E tens toda a razão quando dizes :
"As feridas de amores frustrados saram-se com indiferença a quem não foi capaz de nos amar com a dimensão com que nós os amámos."

Foi mesmo o que fiz.........mas antes de realizar pra mim propria que era isso mesmo fiz o meu luto. E, como o azeite , a verdade vem sempre ao decima , mais cedo ou mais tarde.........quando as pessoas so têm palavras e as acções nao lhes correspondem........são desmascaradas. E foi o que aconteceu..........
AHHHHHh que alivio !!!!!
Beijinhos Manel e vai aparecendo
Zica

10 julho, 2009 20:23  
Blogger Odele Souza said...

Que bom que estás de volta Manel.

Quanto ao teu post....Gostaria de me surpreender, de poder dizer: Ohhh! mas é assim em teu pais?! Há por aí desperdício do dinheiro público, há por aí corrupção, desrespeito com a vida humana,há por aí injustiças?!. Mas infelizmente amigo, "amo e vivo" num país parecido com o teu.

Um forte abraço pra ti.

12 julho, 2009 18:52  
Blogger Isabel-F. said...

Oi Manel ...

feliz por estares de volta e saber que estás bem ...

como sempre adorei ler ... e, assino por baixo das tuas palavras.

beijinhos
isabel

13 julho, 2009 14:57  
Blogger João Nuno Reis said...

Caro Fernando


Bem hajas por nos permitires ler-te novamente neste espaço.

É sempre bom ler-te.

Um abraço

JNR

14 julho, 2009 16:31  
Blogger aDesenhar said...

Bem-vindo Manel
O bom filho a casa...
:-)
Bons ventos te tragam a esta grande família que é a blogosfera.
Tudo de bom para ti.

abraço

Mama Sume

20 julho, 2009 12:22  
Blogger almadepoeta said...

E vieste em força, e isso é bom.... Fazias falta por aqui.

Deixo um beijo

09 agosto, 2009 00:37  
Blogger Imperator said...

A ralhar é que agente se entende :-)

faz-nos falta mais sentido de pensar ao nosso belo tuga, mas enquanto se continuar a viver de futebol, novelas e outros quejandos estamos feitos.

não é o pais que vai mal, esse coitado está mais ou menos no mesmo sitio desde que foi fundado no tempo do Afonso que andava À cacetada à mãe ao mouros e aos espanhóis.

somos nós que vamos mal neste país, onde se vota de cruz no partido que se julga que vai ganhar as eleições porque assim vota-se sempre naquele que ganhou vota-se na cor do partido de que se é pseudo-militante (pelo menos nos dias do almoço grátis) mesmo que o cabeça de lista seja um asno cúbico... and so on...

doi-me um dente e tenho sono, para continuar aqui com o meu mau feitio

Boa semana :D

11 agosto, 2009 02:01  
Blogger Amita said...

Olá Manel

Venho agradecer-te o carinho das tuas palavras que me preencheram e me deram alento nesta correria, entre semi-férias e trabalho.
Aproveito para te desejar que "no teu Alentejo" (que amo), ou não, tenhas um descanso merecido.
Até breve.
Com ternura aquele abraço amigo da
Amita

12 agosto, 2009 14:50  
Anonymous Anónimo said...

Estás mais magro

20 agosto, 2009 11:21  
Blogger bill.barítono said...

Pô, que violência! Mas gostei! Foi bem explicito e coloca bem claramente a realidade nua e crua do seu país! Parabéns aí!
Valeu pela veemência!

21 agosto, 2009 02:41  
Anonymous Anónimo said...

Caro Manel,
Isto é apenas a minha opinião e vale o que vale, mas o que está a fazer falta nesse país é uma versão parte II de qualquer coisa tipo FP-25. Enquanto certos gajos não forem derrubados nada muda, por uma simples razão: Não fazem nada pelo povo porque não sentem medo, porque ninguém nem nada os ameaça, portanto acham que podem fazer o que querem...
Eu, assim como muitos milhares de outros portugueses (as) tiveram de sair do país, ir para longe dos filhos trabalhar senão aí morriam à fome (nós e a família). Esta necessidade de sair desse país é pior e mais grave do que nos anos 60.
QUE PAÍS É ESSE ???
Um grande abraço.
MAMA SUMAE
Rui Gomes - Angola

04 setembro, 2009 13:37  
Blogger Mário Relvas said...

Caro Amigo,

Quis o destino que aqui tornasse em plena campanha estrumal. Desculpa,campanha eleitoral. Um país carregado de outdoors com frases fantásticas. Um país onde muito se apregoa e pouco se faz.

Sem grandes esperanças vamos às eleições!

"Às vezes ouço passar o vento,
E só de ouvir o vento passar,
vale a pena ter nascido."
Fernando Pessoa

Fica com um abraço feliz por te ler
MR

24 setembro, 2009 01:26  
Anonymous Anónimo said...

No quadro do SIRP, compete ao Primeiro-Ministro:

Manter especialmente informado o Presidente da República acerca dos assuntos referentes à condução da actividade do SIRP, directamente ou através do Secretário-Geral.

25 outubro, 2009 23:33  
Blogger Isabel-F. said...

Oi Manel ...

passei para saber se está tudo bem contigo ...

espero que sim ...

bjs
isabel

26 outubro, 2009 18:52  
Blogger david santos said...

Olá, Manel!
Passei para te desejar o melhor que queiras para ti e para os teus.

David Santos

09 dezembro, 2009 17:43  
Blogger Mário Relvas said...

FELIZ NATAL E ANO NOVO!!!

25 dezembro, 2009 19:33  
Blogger Isabel-F. said...

Oi Manel,

Espero que o teu Natal tenha sido óptimo ...

desejo-te umas boas entradas e um feliz 2010.

beijinhos
isabel

29 dezembro, 2009 11:29  
Blogger Mário Relvas said...

Feliz 2010!!

03 janeiro, 2010 03:39  
Blogger Menina Marota said...

Então, Manel? Já é tempo de nova actualização!
Tenho imensas saudades de te ler.
Bj e continuação de que tudo te esteja a correr bem :-)

13 maio, 2010 12:11  

Enviar um comentário

<< Home